menu

Blog

Quem nunca se sentiu ansioso? A ansiedade é um sentimento natural, que faz parte da evolução da humanidade. Entretanto, ela pode se tornar uma doença, principalmente quando nos impede de trabalhar, sair e viajar de avião, por exemplo.

Embora a ansiedade seja muito parecida com o medo, há diferenças. Se nos deparamos com uma cobra, prestes a dar o bote, sentimos medo. Mas se ficamos em casa, pensando na possibilidade de sermos atacados por uma cobra, por exemplo, sentimos ansiedade. Assim, podemos dizer que a ansiedade é uma espécie de “preocupação”, ou seja, ocupar a mente com algo que pode ou não acontecer no futuro.

E é justamente a ansiedade que impede a maioria das pessoas de viajar de avião. Segundo a psicóloga Fernanda Queiroz, cofundadora da VOE Psicologia, empresa especializada no tratamento da aerofobia, as pessoas que se preocupam de forma excessiva, ou aquelas já diagnosticadas com algum transtorno da ansiedade, são mais propensas a desenvolver algumas fobias, como a fobia de voar. “O que vemos no dia a dia é que, em muitos casos, o problema não é o avião, mas sim o medo de ter uma crise de ansiedade durante a viagem”.

Crise se instala em 10 minutos

Uma crise de ansiedade pode afetar qualquer pessoa. “Tudo acontece muito rápido, com uma série de sintomas ocorrendo ao mesmo tempo. Falta de ar, tontura, sudorese, taquicardia, enjoo, inquietação, dor de barriga e desconforto são algumas manifestações”, explica Fernanda. E do mesmo jeito que a crise chega, vai embora, na maioria dos casos.

Entretanto, há pessoas que criam pensamentos automáticos e distorcidos sobre uma possível crise de ansiedade dentro do avião, como por exemplo, “quem vai me socorrer”; “vou passar vergonha”, “todo mundo vai presenciar minha crise” e assim por diante. E com isso acabam evitando ao máximo viajar de avião para não ter que enfrentar o medo de ter uma crise em pleno voo.

Como prevenir que a ansiedade normal se torne patológica
Como a ansiedade está por trás do medo de voar, se a pessoa percebe que seus sentimentos são desproporcionais à situação, o ideal é procurar ajuda especializada para que isso não evolua para algum transtorno mais grave.

 Curso intensivo ajuda a voar sem medo
A VOE oferece um curso intensivo de dois dias para pessoas que sentem ansiedade ou medo de voar. As psicólogas e fundadoras da VOE, Fernanda Queiroz e Paola Casalecchi, foram treinadas pela Voar sem Medo, que fica em Portugal, e é um dos centros de referência mundial em investigação e tratamento da aerofobia.

O tratamento é baseado em um protocolo totalmente diferenciado, que segue o modelo europeu, com taxas de sucesso de 95%. Além disso, este ano, o curso acontece dentro de um dos mais modernos simuladores de voo do mundo, o CAE Training Center. O próximo curso está marcado para os dias 24 e 25 de fevereiro. As inscrições podem ser feitas pelo e-mail: contato@voepsicologia.com.br ou pelo WhatsApp: (11) 95790-8754.

Apoiadores